Poema | Inconsciência

Acordei e Minha cama estava em chamas! Os pés tocam ao chão e pesam as costas Na mesa empoeirada minha paixão A guerra perdida protesta Acordei, sem saber se vive ou se sonhei Gelada a maçaneta que construirei A ilusão titere sorri por entre as grades Luzes transcendem falhas no caixão Os gritos ecoam lado…

Poema | A lua, o Sol e o Muro

O conhecimento leva nosso cérebro a bonança, como as asas do ganso. Podemos ver o quanto é lindo o outro lado, o quanto é belo; a plena harmonia das coisas, o mal e o bem de mãos dadas. Assim como quando o noite avista o dia, todo seu poder, amedrontasse. Martilho. E Depois se apodera…

Poema | Febre invisivel

Estas alucinado De olhos fechados e a boca aberta De ouvidos cerrados De mente rematada Posto e ereto, ignora os fatos Absorvem os mitos Talvez por mentalidade Talvez por puro egoísmo Talvez por precisão Certeza do que procura não existe Certeza do que tem não importa Certeza do sentimento fraco e inútil Está certo sobre…

Feliz dia do Leitor!

Deixo um poema: Leite, leitura letras, literatura, tudo o que passa, tudo o que dura tudo o que duramente passa tudo o que passageiramente dura tudo,tudo,tudo não passa de caricatura de você, minha amargura de ver que viver não tem cura – Paulo Leminski

Musica é Poesia #4 | Chico Science

A Cidade – O sol nasce e ilumina as pedras evoluídas Que cresceram com a força de pedreiros suicidas Cavaleiros circulam vigiando as pessoas Não importa se são ruins, nem importa se são boas E a cidade se apresenta centro das ambições Para mendigos ou ricos e outras armações Coletivos, automóveis, Motos e metrôs Trabalhadores, patrões, Policiais, camelôs…

Poesia | De madrugada

Não escrevo muitas poesias, mas em qualquer dia essa acabou saindo e resolvi compartilhar. Três e vinte e oito da manhã de quarta e estou mais uma vez a sentir a melodia do ermo. A solidão que a simpatia aos números proporciona a uma mente, a matemática não, a razão. Não que o som ao fundo…