Resenha | A Maldição do Titã -Rick Riordan

a-maldic3a7c3a3o-do-titc3a3A Maldição do Titã – Rick Riordan

Sinopse: Um chamado do amigo Grover deixa Percy a postos para mais uma missão: dois novos meios-sangues foram encontrados, e sua ascendência ainda é desconhecida. Como sempre, Percy sabe que precisará contar com o poder de seus aliados heróis, com sua leal espada Contracorrente… e com uma caroninha da mãe. O que eles ainda não sabem é que os jovens descobertos não são os únicos em perigo: Cronos, o Senhor dos Titãs, arquitetou um de seus planos mais traiçoeiros, e nossos heróis serão presas fáceis. Um monstro ancestral foi despertado – um ser com poder suficiente para destruir o Olimpo -, e Ártemis, a única deusa capaz de encontrá-lo, desapareceu. Percy e seus amigos têm apenas uma semana para resgatar a deusa sequestrada e solucionar o mistério que ronda o monstro que ela caçava.

Este foi o primeiro livro da série que eu li, e gostei, muito divertido, de leitura rápida que caem muito bem nos momentos em que não se tem nada pra fazer, um entretenimento de qualidade. Carregando na mochila, dois dias são mais que o suficiente pra terminar a leitura.

Divertidíssima e repleta de ação, essa terceira aventura da série coloca nosso herói e seus aliados frente a frente com o maior desafio de suas vidas: a terrível profecia da maldição do titã.

O livro é rápido desde o começo, os cenários são criados e deixados pra trás freneticamente. A historia simples, e até certo ponto previsível, te leva além dos acontecimentos e te aproxima dos personagens.

Esses que são criados com alguns clichês chatos no começo, mas que se desenvolvem ao longo da historia.  Independentemente se você leu os outros da serie, este funciona individualmente.

A historia para diversas vezes para que os personagens possam ser descritos, isso acaba quebrando um pouco o ritmo de leitura, mas desafia a sua criatividade.

Devo admitir que o senso cômico do ator, que tentava achar um sorriso dos leitores, não conseguiu me fazer rir, pelo contrario, a cada piada a vontade de parar de ler duplicava de tamanho.

Os incisos são muito eficazes em traduzir o que acontece ao mesmo tempo em que são muito bem usados para transcrever os pensamentos dos personagens. Nada muito profundo, mas o suficiente para criar ganchos mentais e avançar a historia, balanceando os fatores externos com a psicologia dos personagens, de modo que uma não é independente da outra.

A sensação de perigo crescente, as descobertas pessoas de Percy, do amor, do mundo real, do luto, da vingança e o ódio enquanto a trama é apresentada te leva pra dentro da historia de forma muito intensa, de modo que assim que a historia começa a se desenvolver, depois de todos os personagens, amigos ou inimigos, terem sidos introduzidos, você se senti preso ao livro até o fim da historia.

Recomendo para uma leitura sem pretensões.

Anúncios