Como Combater a Falta de Inspiração

Todos nós já ficamos, ao menos uma vez, na frente da tela do Word, em branco, sem conseguir escrever  nada,  nem pensar em nada, ao menos nada que pudemos escrever.  Pois, em todas às vezes você conseguia pensar e escrever, só não sabia como. È a famosa falta de inspiração, um fantasma que persegui todos nós.  Mas existe como exorcizar este espírito ruim.

O impulso para se começar a escrever geralmente vem de uma ideia que se teve para um personagem, um conflito, um enredo, um cenário, um diálogo ou um tema, uma ideia, uma filosofia, uma situação, etc; ninguém nunca fica empacado quando começa uma nova trama. Existem maneiras de se imaginar isso, sem estar bolando uma trama, e ir além da imaginação em busca da inspiração. Procurei e trouxe algumas dicas, espécies de cheats, minhas e de outros, achei perambulando pela internet, que podem te ajudar quanto este problema.

Quando se tem liberdade para começar um projeto, romance, conto ou novela, qualquer coisa vira inspiração para redigir, mas quando se esta no meio de um livro o assunto é definido, tabelado, fechado, você dá voltas e voltas e não acha o que precisa. Começa o ciclo vicioso da falta de inspiração, vasculha a internet toda, a casa toda, a rua toda, lê sobre tal assunto, pesquisa e não aparece nada.

Você pensa, olha a tela em branco, lembra-se de dar uma resposta no e-mail, volta e encontra a mesma folha em branco.  Cria em si mesmo um ato desesperador de se escrever qualquer coisa porque não aguenta mais essa falta de ideias; Essa é a primeira dica quando bate a “writer’s block”:

Escreva mesmo assim.

Ao encarar aquele maldita pagina em branco, é impossível ficar sem pensar em nada, assim, gosto de escrever qualquer coisa que me venha a cabeça. Algumas vezes funciona outras nem tanto, mas no momento em que me sinto bem para prosseguir a historia apago tudo que havia escrito e continuo.”Minha inspiração para escrever, vem da falta de inspiração pois tudo o que é vazio, simplesmente você pode encher é só encontrar com o que”.

Escrever sobre o que gosta.

Quando se escreve sobre o que gosta as chances de se sentir inspirado quando escreve é muito maior. Já que você já vive o tema; ler sobre, estuda, assiste documentários e etc; sem muito esforço.

Ouça música!

Há quem não goste desta ideia, mas se você ainda não tentou, pode ser uma boa. Principalmente se você for amante da 1ª Arte! Que tipo de música você gosta e que lhe faz relaxar? Uma musica de fundo, alta ou não, pode ajuda-lo a concentrar-se e a ser produtivo! Uma boa vertente desta dica é procurar por musicas que você diariamente não costuma ouvir, seja clássica, medieval, blues, jazz, hip-hop, pop e entre outros. Vá testando.

Procure outros espaços!

“Existem pessoas que não conseguem trabalhar sempre no mesmo espaço e eu sou uma delas. Posso ter um dia muito produtivo a trabalhar no sofá, mas no outro dia nesse mesmo local posso não produzir nada.” Escrever sempre no mesmo lugar pode leva-lo ao cansaço–, mudar de ares pode ser a solução para sair desta situação. Se não consegui escrever em outro ambiente, considere sair, ir até a um café ou até a um parque, uma praça(escreva a mão em locais públicos) ou se preferir ficar em casa, vá até a varanda, etc. O que interessa é estar durante algum tempo fora do local habitual para aliviar a mente e quem sabe dar asas a imaginação. A rotina pode ser o ponto forte de muitos, ela pode também ser uma vilã. Considere fazer pausas e procurar fazer algo diferente como pentear o cachorro.  Às vezes precisamos parar de pensar para pensar.

Observar pessoas.

Costumo fazer isto com alguma frequência, sem perceber na maioria das vezes. “Esta é uma excelente atividade, não só para abrir a mente quando se está a sofrer de “writer’s block”, por exemplo, mas também como formar de estimular a criatividade. Haverá maior fonte de inspiração do que a humanidade e a forma como as pessoas vivem, de forma distinta e única, o seu dia-a-dia?” some esta a última dica e veja a inspiração vir como o “Trem das sete”.

Veja um filme.

“Os filmes são uma verdadeira fonte de inspiração devido não só à sua história e personagens, mas também graças ao seu estímulo visual e áudio. Independentemente de ser um filme digno de um Óscar ou um filme mais light, a próxima vez que precisar de um pouco de inspiração extra para voltar a escrever com vontade, ligue o DVD ou, melhor, vá ao cinema. Histórias inspiram histórias… “. Ir ao cinema e assistir ao filme é uma espécie de fusão desta e das duas ultimas dicas, com a ajuda da trilha sonoro pode ser uma aposta sem erros.

Faça exercícios ao ar livre.

Costumo pedalar, muito, ao menos 2 horas diárias e para mim é um ótimo alivio. A natureza, o vento, as nuvens, o céu, a chuva, o calor, o cansaço, a poluição, tudo isso trabalhado juntos, pode levar a sua mente á um estagio especial. “A adrenalina e o bem-estar generalizado que advêm da prática de qualquer tipo de exercício físico são ingredientes chave para estimular a mente, a criatividade e uma vontade renovada para escrever.”

Usar a falta de inspiração como inspiração!

Fique sentado, repare como o seu corpo reage, repare quais pensamentos vem em sua cabeça neste momento, o porquê de não se inspirar, de onde vieram aqueles pensamentos. Suas emoções, a cor do quarto, o que pensou quem a fez, o que lhe esperava em casa, etc. “Do outro lado do aborrecimento está a inspiração.”

E você o que faz para romper a falta de inspiração?

Fontes:

http://www.casadosfocas.com.br/o-que-fazer-quando-falta-inspiracao-para-escrever/                           http://inesperado.org/2013/10/01/7-formas-de-arranjar-inspiracao-quando-ela-falta/                 http://escrevemos.com/artigos/10-fontes-inspiracao-para-quem-escreve                                                 https://www.wptotal.com/8-dicas-para-ficar-inspirado-na-hora-de-escrever/

Anúncios

2 comentários sobre “Como Combater a Falta de Inspiração

  1. Pingback: Ritmo e Rotina de Escrita | Escrevendoor

  2. Pingback: Como Criar uma Rotina de Escrita | Escrevendoor

Os comentários estão desativados.